dia da:

11 DE junho, DIA DA BATALHA NAVAL DE RIACHUELO

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Prefeitura de São Paulo lança edital de concessão do novo modelo de transporte

15/10/2015 21h36
São Paulo
Camila Boehm e Bruno Bocchini – Repórteres da Agência Brasil

A Prefeitura de São Paulo publicou hoje (15), no site da Secretaria Municipal de Transportes, três editais sobre a licitação de concessão do novo modelo de transporte público sobre pneus da cidade de São Paulo. Os editais, que ficaram disponíveis para consulta pública por mais de um mês, estão divididos nos serviços Estrutural, Local de Articulação e Local de Distribuição.

Segundo a Prefeitura, entre as principais diferenças em relação a modelo atual, licitado em 2003, estão a redução da taxa de retorno das empresas contratadas, passando de 15% para 9,97% de teto, e o aumento da qualidade do serviço. O contrato do novo modelo terá duração de 20 anos, prorrogável por igual período, no valor de R$ 7 bilhões anuais – cerca de R$ 140 milhões em todo o período.

De acordo com o prefeito Fernando Haddad, a redução da taxa de retorno das empresas ajudará na implementação de melhorias nos ônibus, como a instalação de sinal de internet sem fio e ar-condicionado nos coletivos: “Estamos investindo em ar condicionado e wi-fi. Isso tem um custo, mas não precisa onerar o sistema. Esses benefícios podem sair do lucro da empresa, da taxa de retorno do empresário. Ao invés de sair do bolso do usuário, sai do empresário”.

Atualmente, os operadores recebem por passageiro transportado. O novo contrato vai considerar uma fórmula composta pelo custo do serviço, ponderado pela demanda e pela qualidade apresentada: 50% da remuneração será definida pela quantidade de usuários atendidos, 25% pelo cumprimento das viagens e 10% pela disponibilização da frota. Os 15% restantes se referem ao custo fixo do investimento do operador com veículos e equipamentos.

O novo modelo prevê o aumento de 17% da oferta de viagens aos usuários e crescimento de 14% de assentos disponíveis nos coletivos, com a adoção de veículos maiores. O atual sistema oferece, durante as 24 horas, cerca de 186,3 mil viagens e o sistema projetado pela Secretaria Municipal de Transportes terá mais de 217,8 mil viagens diárias.

Edição: Jorge Wamburg

Fonte: Agência Brasil