dia da:

11 DE junho, DIA DA BATALHA NAVAL DE RIACHUELO

terça-feira, 28 de junho de 2016

Dupla explosão atinge aeroporto de Istambul e mata pelo menos dez pessoas

28/06/2016 16h58 
Istambul, Turquia 
Das agências Ansa e Sputnik Brasil 


As bombas teriam sido acionadas no terminal internacional do aeroportoEPA/Sedat Suna/Agência Lusa 

Duas explosões seguidas de um tiroteio atingiram o Aeroporto Internacional de Ataturk, em Istambul, na Turquia, na noite desta terça-feira (horário local), matando ao menos dez pessoas e deixando mais de 40 feridos, de acordo com informações do ministro da Justiça, Bekir Bozdag. 

Conforme relatos de autoridades locais, as vítimas foram levadas por táxis aos hospitais da cidade. 

De acordo com a emissora CNN turca, as bombas teriam sido acionadas no terminal internacional, enquanto os tiros teriam ocorrido no estacionamento. 

Os detalhes do incidente ainda não foram relatados. O aeroporto encontra-se fechado. As autoridades turcas acreditam que as explosões podem ter sido causadas por um ataque suicida. 

Segundo o ministro da Justiça, Bekir Bozdag, dois suicidas se explodiram durante um confronto com a polícia. O Aeroporto de Ataturk é o mais movimentado da Turquia, que é alvo frequente de ataques, principalmente de separatistas curdos. 

Separatistas 

Nos últimos meses, o grupo Falcões pela Libertação do Curdistão (TAK) realizou diversos atentados em solo turco. Suas atividades são motivo de controvérsia, já que alguns acreditam que o TAK é apenas uma franja do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), a mais ativa organização militante curda, enquanto outros defendem que ele é totalmente independente. 

Com 26 milhões de pessoas, os curdos são a maior etnia sem Estado próprio em todo o mundo. 

Eles reclamam soberania sobre um território que cobre majoritariamente o Sudeste da Turquia e o Norte do Iraque e da Síria. Estima-se que o conflito de décadas com Ancara já tenha deixado mais de 40 mil mortos. 

Além disso, a Turquia é alvo do Estado Islâmico (EI), uma vez que integra uma ampla coalizão internacional contra o grupo jihadista. 

* A matéria foi atualizada às 17h53 para inclusão de novas informações 

Edição: Armando de Araújo Cardoso

Fonte: Agência Brasil